2 de Maio de 2017 Cícero Araújo
Imprimir    E-mail

Contribuintes ainda podem acertar as contas com o leão; confira como fazer

O prazo para a declaração do Imposto de Renda 2017 se encerrou na última sexta-feira (28), mas há quem não se acertou com o leão. E agora, o que fazer? Por conta do atraso, a primeira consequência é que o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) fica com o status pendente de regularização. Além disto, de acordo com a Receita Federal, o contribuinte que deixar de declarar fica sujeito ao pagamento de multa.

Quem quiser fazer a declaração em atraso pode realizá-la a partir desta terça-feira (02), mas já estará sujeito a multa de 1% do imposto devido, limitada a 20%, ou o mínimo de R$ 165,74

“No caso do não pagamento da multa, com os respectivos acréscimos legais, será deduzida do valor do imposto para as declarações com direito à restituição”, explica a Receita Federal.

Depois de enviar a declaração atrasada, o contribuinte será informado sobre o prazo para quitar a taxa através da “Notificação de lançamento da multa”. O pagamento deve ser feito em até 30 dias após a entrega, pelo Documento de Arrecadações de Receitas Federais (Darf). Para emitir o documento, o contribuinte deverá clicar no item “Darf de multa por Entrega em Atraso”, na aba “Imprimir” do programa gerador da declaração.

Quem não quitar o pagamento dentro do prazo estabelecido sofrerá acréscimos de juros sobre o valor, com base na taxa Selic e poderá emitir o Darf atualizado com os encargos adicionais. Para quem está desobrigado de fazer a declaração, não está prevista multa em caso de atraso.

Atraso pode trazer problemas

Com o CPF pendente de regularização, o contribuinte não pode, por exemplo, fazer empréstimos, obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóvel, tirar passaporte e até mesmo prestar concurso público, além de ter problemas para movimentar conta bancária.

Paraibanos fizeram o dever de casa

Na Paraíba, a expectativa era de que seriam recepcionadas 290.000 declarações dentro desse prazo. Verificou-se que foram entregues 289.981 declarações até o último momento do prazo regular. Houve um acréscimo de 1,66% em relação ao ano passado, quando foram recepcionadas 285.241 declarações.

 

 

 

Rammom Monte 



« Voltar
 
Voltar ao topo ↑