18 de Maio de 2017 Cícero Araújo
Imprimir    E-mail

Ministro autoriza abertura de inquérito para investigar Michel Temer

Autorização foi dada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, após pedido de investigação feito pela Procuradoria-Geral da República.

Está autorizada a abertura de inquérito para investigar o presidente da República, Michel Temer. A autorização foi dada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, após pedido de investigação feito pela Procuradoria-Geral da República. Com isso, Temer agora está oficialmente na condição de investigado na Operação Lava Jato.


A decisão ocorre depois que um dos donos do grupo JBS, Joesley Batistta, relatar em delação que gravou, em março desde ano, o presidente dando aval para comprar o silêncio do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que teve o mandato cassado. A informação da delação foi divulgada na noite dessa quarta-feira (17) pelo Jornal O Globo.

Pela Constituição, o presidente da República só pode ser investigado por atos cometidos durante o exercício do mandato e com autorização do STF. Com isso, ele poderá ser investigado porque os fatos narrados por Joesley Batista na delação teriam sido cometidos em março deste ano, quando Temer já ocupava a Presidência. 

 

 

 

Por Redação 



« Voltar
 
Voltar ao topo ↑