12 de Dezembro de 2017 Cícero Araújo
Imprimir    E-mail

Justiça condena dois prefeitos

Os prefeitos dos municípios de Pombal, Doutor Verissinho (PMDB), e de São José do Bonfim, Rosalba Gomes (PMDB), foram condenados em primeira instância por improbidade administrativa. A decisão foi do juiz da Comarca de Patos, Antônio Eugênio Leite Ferreira Neto, atendendo a uma ação movida pelo Ministério Público da Paraíba.
 
De acordo com os autos do processo, o prefeito de Pombal teria cometido fraude em processos licitatórios. Uma das irregularidades investigadas e pela qual ele foi punido, foi o fato de ter ignorado o número mínimo de participantes na concorrência de licitação. Além disso, ele teria adotado a carta convite no lugar de tomada de preços como, segundo o juiz, era exigida na situação.
 
Verissinho foi punido com a suspensão dos direitos políticos por quatro anos e uma multa civil de dez vezes o valor do último salário recebido como prefeito da cidade. O gestor também deve permanecer com os bens bloqueados, conforme a decisão do magistrado.
 
Já a prefeita Rosalba foi condenada por supostamente ter contratado serviços contábeis sem a realização de concorrência licitatória. A gestora recebeu como pena a suspensão dos direitos políticos por quatro anos, perda da função pública que porventura exerça ao tempo do trânsito em julgado e multa civil de R$ 100 mil a ser revertida em favor do Município de São José do Bonfim.
 
Os prefeitos disseram que ainda não foram notificados sobre a decisão do juiz Antônio Eugênio Leite Ferreira Neto, mas afirmaram que irão recorrer ao Tribunal de Justiça.
 
 
Redação com Correio da Paraíba 


« Voltar
 
Voltar ao topo ↑