20 de Novembro de 2017 Cícero Araújo
Imprimir    E-mail

6ª Gerência de Saúde mobiliza instituições para ações contra arboviroses

A 6ª Gerência Regional de Saúde, com sede em Patos, intensificou visitas semana passada a diversos órgãos estaduais, municipais, através das pastas da educação, saúde, serviços, instituições de ensino, igrejas, emissoras de rádio de toda a região, com propósito de realizar a mobilização estadual para ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, numa prevenção a novas epidemias de doenças como Chikungunya, Dengue, e Zika.

 

Essas ações envolvendo a sociedade paraibana são recomendações da Secretaria de Estado da Saúde, que leva em consideração as consequências das epidemias de arboviroses registradas em 2015 e 2016, que trouxeram enormes transtornos à população.

 

O gerente da 6ª Regional de Saúde, José Leudo de Farias, enfatiza a importância da conscientização e participação de todos nessa ação de controle do vetor (mosquito). “É crucial  esse envolvimento da sociedade. Tivemos momentos muito difíceis com epidemia de doenças causas pelo Aedes. Por isso a necessidade de todos abraçarem essa causa de saúde pública”, comenta.

 

Para Eugênio Pacelli, da Vigilância Ambiental da 6ª GRS, os muicípios devem intensificar as ações de controle do mosquito, desenvolver atividades que envolvam a população, usar, não apenas os profissionais de saúde, mas da educação, professores, alunos como propagadores de conhecimentos que levem as pessoas a terem maior comprometimento com a prevenção de doenças e combate ao mosquito.

 

“Estamos nos aproximadando do período de chuvas e é necessário que cada um tenha a responsabilidade de eliminar qualquer posibilidade de proliferção do Aedes aegypti. Os depósitos de água, tonéis, caixas de água e tambores são os principais criadouros do mosquito. É preciso que estejam limpos e bem fechados”, acrescentou.

 

A Paraíba realiza nesta semana, de 20 a 24, a mobilização estadual, com articulação de diversos setores da sociedade, ações de conscientização com muitas palestras, educação, promoção à saúde, de combate para eliminação dos focos do mosquito Aedes, além de mutirões de limpeza, rodas de conversas, gincanas, atividades lúdicas, cadastro do cartão SUS para quem não o possui, dentre outras. Nesta terça-feira 21  haverá um encontro de pastorais da Paróquia de Santo Antônio, de Patos, para definir algumas ações com a comunidade, com presença de representantes da 6ª Gerência de Saúde.  

 

 

 

Marcos Eugênio (6ª GRS)



« Voltar
 
Voltar ao topo ↑