Resolução da Anvisa também determina que a empresa recolha todo o estoque do produto existente no mercado

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a proibição de comercialização do lote 10914 do amendoim da marca Paulista, com validade até 01/05/2017,após ser detectado teores de aflatoxinas, substância considerada cancerígena, acima do limite máximo tolerado. A decisão foi publicada na edição do Diário Oficial da União, na página 49.


A resolução da Anvisa também determina que a empresa recolha todo o estoque do produto existente no mercado.

De acordo com as normas em vigor, a quantidade de aflatoxinas não pode ultrapassar o limite de de 20µg/Kg em amendoim com casca, descascado, cru ou tostado, pasta de amendoim ou manteiga de amendoim. 

 

 

 

Redação