Paciente estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Trauma de Campina Grande


Morreu nesse domingo (30), no Hospital de Trauma de Campina Grande, a 130 quilômetros de João Pessoa, a mulher que teve 70% do corpo queimado no último dia 23 após um homem jogar gasolina contra ela e atear fogo na cidade de Catolé do Rocha, no Sertão.

 


Leia também: Mulher tem 70% do corpo queimado durante bebedeira e fica em estado grave

De acordo com informações da assessoria de imprensa do hospital, a paciente estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade e respirava com ajuda de aparelhos. 

 

A polícia ainda não conseguiu localizar o suspeito de ter praticado o crime, mas já o identificou. A motivação do crime, no entanto, seguia desconhecida até o fechamento desta matéria. 

 

 

Por Redação