Na manhã desta terça-feira (15) o deputado estadual Nabor Wanderley (PMDB) recebeu em seu gabinete o presidente da Associação Brasileira de Vaquejada (ABVAQ), Paulo Fernando Filho (Cuca), onde discutiram a importância dos exames de mormo e da anemia infecciosa equina no Estado da Paraíba.

 

De acordo com o deputado, como não existe tratamento para as patologias é necessário o sacrifício dos animais contaminados além do embargo das propriedades, causando enormes prejuízos aos criadores de equídeos.Dessa forma, esta encaminhando, na Assembleia Legislativa da Paraíba, um projeto de lei que garante a gratuidade do exame de mormo e da anemia infecciosa eqüina no Estado.


Nabor alertou que o mormo afeta, inclusive, o homem apesar de não causar muitos danos à saúde, mas é letal nos eqüídeos. “Por isso estamos apresentando esse Projeto de Lei, pois é importante contar com o apoio do Governo do Estado na prevenção dessas doenças para garantir a sanidade dos animais e evitar que haja o sacrifício e cause grande prejuízo financeiro aos criadores”, justificou o parlamentar.


Para Cuca, o Projeto de Lei é mais um apoio importante e inovado junto ao Governo do Estado para garantir a sanidade dos animais e parabenizou Nabor pela iniciativa. “Estamos trabalhando para dar mais um passo no trabalho de prevenção do mormo e da anemia infecciosa, pois precisamos garantir que mais animais não sejam sacrificados e os criadores tenham maiores prejuízos”, afirmou.

 


     
Assessoria de Comunicação