Agência Brasil. De Brasília. Os brasileiros já representam 45,6% do total de médicos participantes do Programa Mais Médicos. Os dados foram divulgados ontem, em Brasília, durante a recepção de 1.375 profissionais que aderiram ao último edital do programa, são médicos brasileiros com diploma estrangeiro, a maioria formados na Bolívia, Argentina e no Paraguai.
 

Segundo o Ministério da Saúde, somando os médicos diplomados no Brasil, já são 8.316 brasileiros no programa. A meta do governo federal é, gradualmente, substituir os profissionais cubanos que completam três anos de trabalho no país, à medida que os brasileiros se interessem pelas vagas.
 
Para o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a prioridade é ampliar a participação nacional e melhorar o atendimento à população. “Esse é mais um trabalho no sentido de melhorar a qualidade e resolutividade da Atenção Básica. Queremos que 80% de todos os problemas de saúde da população sejam resolvidos no posto de saúde e que todos os médicos pratiquem um atendimento humanizado e qualificado”. 
 
 
 
Redação