Pela primeira vez, o paraibano Lacordaire Segundo foi convocado para a seleção brasileira de tênis de mesa, com o intuito de representar o país nos Jogos Parapan-Americanos na Costa Rica, entre os dias 29 de novembro e 4 de dezembro. Sertanejo de Patos, o desafio do atleta paralímpico agora é conseguir recursos para disputar o evento internacional, já que a Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) não garante os custos.
 
Mesatenista há nove anos, integrante da categoria Classe 2, Segundo lançou uma campanha na internet com a meta de conseguir R$ 10 mil. Ele até faz uma equação com a quantidade de habitantes da sua cidade para mostrar que é possível ajudar o atleta a concretizar este sonho.
 
“Patos tem 110 mil habitantes. Se pelo menos 2 mil contribuírem com R$ 5 cada, o objetivo facilmente será alcançado. Sempre que saio para uma competição estou representando a Paraíba e o Brasil, mas principalmente a minha cidade de Patos”, contou.
 
Outro objetivo do atleta é competir na etapa mundial da Copa Tango, considerado um dos maiores torneios de tênis de mesa do mundo. Por tradição, o evento mais uma vez será realizado na Argentina, de 20 a 24 de novembro. 
 
Lacordaire revelou que a notícia da convocação foi uma surpresa, pois os critérios utilizados pela Confederação são muito elevados, segundo ele. 
 
A última competição nacional que Segundo disputou foi o Campeonato Brasileiro, em Toledo (PR). O paraibano ficou em terceiro lugar, empatado com o brasiliense Ronaldo Pinheiro.

 

 

 

Por Raniery Soares