Um caixa eletrônico que ficava em um posto de combustíveis na Avenida Assis Chateaubriand, em Campina Grande, Agreste paraibano, foi explodido na madrugada de ontem, por volta das 3h. Mais ou menos no mesmo horário, outro grupo explodiu uma agência da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) no município de Lagoa Seca, na mesma região.
 
As ações aconteceram pouco mais de 24h após um bando explodir um caixa eletrônico do Bradesco na cidade de Condado, Sertão do Estado, destruindo não só a agência como também comprometendo a estrutura da sede da prefeitura municipal. Com estas, sobe para 54 o número de ataques a bancos no Estado.
 
De acordo com informações da Polícia Militar, em Campina Grande, a explosão do Caixa 24hs por pouco não atingiu as bombas de combustíveis. O vigia do local só sobreviveu porque ficou escondido atrás de um ônibus escolar que estava estacionado no estabelecimento. Segundo ele, vários homens fortemente armados arrombaram a grade que cerca o posto e conseguiram ter acesso ao caixa eletrônico. Por causa do impacto da explosão, partes do equipamento foram encontradas a cerca de 30 metros de onde a máquina estava instalada. Os criminosos conseguiram levar uma quantia em dinheiro do caixa, a polícia não estipulou quanto.
 
Após o crime, os homens fugiram e espalharam grampos pela Avenida Assis Chateaubriand e também na BR-104, que dá acesso ao município de Queimadas. Vários carros tiveram pneus furados. O Corpo de Bombeiros informou que um carro usado pelos criminosos foi incendiado na Avenida Senador Argemiro de Figueiredo, no bairro Distrito Industrial.
 
Enquanto isso, no município de Lagoa Seca, há 12 km de Campina Grande, outro grupo assaltou a agência dos Correios. Durante a ação, seis homens armados chegaram à agência por volta das 3h30, arrombaram a porta e explodiram o cofre do estabelecimento. 
 
Os assaltantes conseguiram levar todo o dinheiro que estava dentro do cofre, que havia sido abastecido para pagamento de aposentados na cidade. Na fuga, o grupo criminoso também espalhou grampos pela pista, semelhantes aos mesmos utilizados na ação de Campina Grande. Não há previsão de retorno para a volta do atendimento da agência na cidade.

 

 

No sertão. Na madrugada do último domingo, uma agência bancária do Bradesco foi alvo de bandidos na cidade de Condado, Sertão paraibano. A unidade, que fica dentro do prédio da prefeitura do município, ficou totalmente destruída. A explosão comprometeu também boa parte da estrutura da sede da prefeitura. A Polícia Civil ressaltou que vários homens chegaram em dois carros e cercaram o destacamento policial, atirando para cima e nos pneus da única viatura policial existente no município.
 
Segundo o delegado Manoel Martins, o crime aconteceu por volta de 2h. Manoel informou ainda que um dos carros utilizados pelos bandidos, um Ford Ka de cor branca, provavelmente roubado, já foi encontrado, após ter sido abandonado pelos criminosos no município de São Bentinho, há 15 km de onde ocorreu o crime. 
 
Não foi confirmado quanto foi roubado dos caixas de autoatendimento do banco, mas segundo depoimento da gerência do banco, toda quantia que havia lá foi levada pelos bandidos. A polícia continua em diligência para tentar localizar os suspeitos. Até o fechamento desta edição, nenhum dos assaltantes envolvidos nas três ações criminosas havia sido encontrado.

 

 
 
 
 
 
 
Redação