Pessoas que desejam permanecer estudando, mas que estão fora da faixa etária da escola regular, podem voltar às salas de aula por meio da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Rede Municipal de Ensino de Patos. Estão abertas as matrículas para o ano letivo de 2018 e o município disponibiliza polos da EJA nas zonas urbana e rural.

 

O ensino da EJA está distribuído pelos polos e contempla da 1ª a 4ª série e da 5ª à 8ª série. Os interessados precisam ter no mínimo 15 e seis meses e comparecer a uma das escolas que possuem a Educação de Jovens e Adultos munidos dos documentos de identificação, certidão de nascimento, RG, CPF, foto 3x4, histórico escolar e documento militar (para homens maiores de 18 anos).

 

Segundo o orientador educacional, José Carlos Costa Xavier, o ensino da EJA no município atende as necessidades daqueles que já estão fora da faixa etária do ensino regular, mas também daquela população que trabalha de dia e só pode estudar a noite, e ainda de quem pretende iniciar sua alfabetização. 

 

“Além das questões pedagógicas de metodologia de ensino das disciplinas regulares, nós temos a preocupação de trabalhar questões sociais, porque a nossa clientela é uma clientela diferenciada, é um aluno que trabalha, ou que tem alguma dificuldade em aprender devido a diversos fatores, então eles precisam de uma abordagem e de uma aula diferenciada,” revelou.

 

José Carlos comentou ainda que diversas novidades estão sendo implantadas na modalidade da EJA em Patos, a exemplo da abordagem diferenciada nas aulas de inglês, inserção da disciplina de Educação Física na grade curricular, realização de jogos escolares e interescolares, além da entrega de fardamento e material escolar e merenda com acompanhamento nutricional.

 

“A gente trabalha nessa linha para não só ter o aluno matriculado, mas tentar manter esse aluno na escola e mantê-lo da melhor forma possível. Pretendemos esse ano dar uma reformulada para que possamos continuar com essas inovações. Então assim, nós estamos organizando a casa para que esse aluno se sinta acolhido. Outra novidade é que, tudo indica que nós trabalharemos o ciclo o ano inteiro. Nós trabalhamos duas séries no ano, aí até ano passado o aluno precisava fazer uma matrícula inicial no primeiro semestre, e outra matrícula inicial para a série seguinte, no segundo semestre. Então a gente acaba vendo que isso pode ser um dos responsáveis pela evasão, e a nossa ideia é que um ano inteiro seja um ciclo só. O aluno faz a matricula agora para as aulas que se iniciam em fevereiro e quando for em dezembro ele concluiu as duas séries do ciclo. Continua funcionando da mesma forma, fazendo suas séries no mesmo ano, mas sem precisar ficar renovando matrícula,” concluiu.

 

Os polos da EJA no município de Patos estão distribuídos nas quatro grandes áreas. Na Área Frei Damião o polo funciona na EMEF Sabino Freire; na Área São Sebastião fica no CIEP II Anésio Leão/Miguel Mota; já na Área Jatobá, a EJA funciona na EMEF Manoel Roberto; e na zona rural funciona no Patativa do Assaré, que fica no Distrito de Santa Gertrudes. E de acordo com o orientador educacional a depender da demanda também será aberto uma sala de EJA na EMEF José Permínio Wanderley, em Santa Gertrudes para atender a demanda da zona urbana do distrito.

 

 

 

Fonte: Prefeitura de Patos